Reserva Extrativista Alto Juruá terá casamento coletivo

Ícone de relógio mar 01, 2016

 

A desembargadora-presidente Cezarinete Angelim e a corregedora geral da Justiça, desembargadora Regina Ferrari, receberam no gabinete da Presidência (Sede Administrativa), em audiência, na manhã a última sexta-feira (26), o coordenador de projetos da Organização Não Governamental SOS Amazônia, Adair Duarte. A realização de duas edições do Casamento Coletivo, no próximo mês de abril, na Reserva Extrativista Alto Juruá, foi a tônica da reunião.

As duas cerimônias nupciais que serão realizadas pelo Tribunal de Justiça do Acre, por meio do Projeto Cidadão, com parceria da SOS Amazônia, já têm data marcada. Na Comunidade Belfort, o evento acontecerá no dia 21 de abril, às 15 horas, já na Comunidade Novo Horizonte, o casamento será realizado no dia 24 do mesmo mês, às 11 horas. As Comunidades Belfort e Novo Horizonte estão situadas no município de Marechal Thaumaturgo, distante 557 quilômetros da Capital.

Durante a reunião, a desembargadora-presidente do TJAC enalteceu o alcance da ação, principalmente por atender pessoas em comunidades distantes. Na ocasião, Cezarinete Angelim determinou que todas as providências necessárias para o êxito dos eventos fossem tomadas, ressaltando o cuidado com as noivas, por se tratar de um momento único. “Será um grande momento para a cidadania”, afirmou a presidente.

Após a apresentação da logística de deslocamento, bem como de acomodações na Reserva Extrativista Alto Acre, a desembargadora-presidente fez acrescentar, na programação, diversos outros serviços a serem oferecidos àquelas comunidades, como a emissão de registro de nascimento e até a pacificação de litígios.

No mesmo diapasão, posicionou-se a corregedora geral da Justiça, desembargadora Regina Ferrari, ao sugerir a inclusão de palestras, inclusive para crianças, e de outros procedimentos que leve a pessoa, por meio da aquisição da documentação pessoal, a usufruir de seus direitos como cidadão.

Apesar da distância e do difícil acesso às Comunidades Belfort e Novo Horizonte, para onde só é possível chegar por via aérea e/ou fluvial, a desembargadora-presidente Cezarinete Angelim e a corregedora geral da Justiça, desembargadora Regina Ferrari, confirmaram suas presenças nas duas cerimônias de casamento coletivo.

Também participaram da reunião, os diretores de Logística (Dilog/TJAC), Antônio Flores, de Gestão Estratégica (Diges/TJAC), William Abud, o assessor Militar do TJAC, coronel Mário Sérgio, a assessora de Relações Públicas e Cerimonial do TJAC, Lina Grasiela, a supervisora do Projeto Cidadão, Maria Lenice, e o supervisor da Gerência de Serviços Auxiliares da Corregedoria Geral da Justiça, José Nilton.

Ao final, o coordenador de projetos da SOS Amazônia, Adair Duarte, agradeceu a presidente do Tribunal de Justiça, “em nome das 1.200 famílias residentes nas duas comunidades, pela ação inédita”.

A iniciativa faz parte do projeto de ATES Resex Alto Juruá, realizado pela SOS Amazônia, com apoio financeiro do Incra.

Fonte: Site A Gazeta.net

Foto: Acervo SOS Amazônia.

Próximos posts

Ícone de folha de árvore Seja Voluntário SOS Amazônia

Tem sede de ajudar a mudar o mundo a sua volta?
Seja um voluntário SOS Amazônia, inscreva-se e em breve entraremos em contato

Ícone de folha de árvore Associe-se a SOS Amazônia

O seu apoio é fundamental para continuarmos a trabalhar pelo futuro da nossa floresta, rios, animais e da humanidade.
Afilie-se agora!

Ícone de folha de árvore Faça parte da equipe SOS Amazônia

Tem interesse em trabalhar na SOS Amazônia?
Nos envie seu currículo e faça parte da nossa base exclusiva de currículos


Ícone de folha de árvore Seja Parceiro SOS Amazônia

Tem sede de ajudar a mudar o mundo a sua volta?
Seja um voluntário SOS Amazônia, inscreva-se e em breve entraremos em contato