Borracha colorida –  uma alternativa para gerar transformações sociais e manter a floresta em pé

Ícone de relógio maio 11, 2019

Com o olhar voltado para a geração de trabalho e renda, preservando a Floresta Amazônica, a designer Flávia Amadeu e equipe da SOS Amazônia promoveram, durante o período de 6 a 8 de maio, no Seringal Curralinho, distante três horas da zona urbana do município de Feijó, Acre, uma oficina de Melhoramento e Gestão da Produção da Borracha Folha Semi-Artefato (FSA).

Destinada a extrativistas dos seringais de Feijó e Tarauacá, a iniciativa teve por objetivo melhorar a gestão e a qualidade de produção da borracha FSA.  Cerca de 12 comunitários participaram das atividades. Lá, eles trocaram experiências sobre a cadeia produtiva, ampliaram seus conhecimentos sobre aplicação de cores, controle de qualidade, de como funciona o mercado, além de fecharem contrato de produção de FSA e FDL para este ano.

Extrativista Antônio Francisco, do Seringal Curralinho, produz as borrachas FSA e FDL

“Eu trabalho com a FDL e a borracha colorida. Isso é muito importante, pois preserva o meio ambiente. Eu não estou dizendo só pra mim, estou dizendo para que todos protejam a floresta, porque é muito bom ter a floresta em pé”, disse o extrativista Antônio Francisco de Souza cruz, do Seringal Curralinho, colocação Novo Lugar.

Durante a oficina, Flávia fez uma nova proposta de preço da FSA para os extrativistas. De R$ 22,00 passou para R$ 27,00 reais o quilo. Deste valor, com os impostos e o repasse para a cooperativa, o produtor fica com R$ 23,00. Antes, ficava com R$ 18,00. Novidade que deixou os seringueiros com mais interesse ainda pela produção de borracha.

Dona Branca do Seringal Curralinho é produtora das borracha FSA e FDL

“Sobre esse aumento do preço da borracha FSA, eu achei maravilhoso e agradeço muito porque a gente continua na luta”, comenta seu Antônio Francisco.

 

A dona Francisca Zenir, mais conhecida como Branca, e esposa de seu Antônio Francisco, também ficou animada com a notícia de mais uma valorização de preço.

“Depois que a gente começou a trabalhar com a borracha, nossa vida melhorou muito.  Sobre o aumento do preço, é muito bom saber disso, a gente trabalha com mais vontade”, ressalta.

A designer Flávia Amadeu tem a borracha colorida como sua matéria-prima principal há mais de 15 anos e fala sobre a transformação que esse trabalho gera nas comunidades.

“De fato eu tenho visto boas transformações, famílias inteiras trabalhando juntas. E esse interesse pela produção da borracha, pelas novas gerações, é muito empolgante. Aos poucos, os jovens estão percebendo que eles podem viver de forma sustentável dentro da floresta, com mais qualidade vida”, observa Flávia.

Ela também comentou a parceria com a SOS Amazônia para apoiar a cadeia de valor da borracha nativa.

“A SOS Amazônia tem um papel de grande relevância junto a comunidades ribeirinhas, trabalhando para o desenvolvimento das cadeias produtivas da floresta. Juntos, temos colaborado para promover tecnologia social da borracha nativa como forma eficaz de preservação da floresta”, conclui.

Antônio Carlos, presidente da Cooperativa Agroextrativista de Feijó (Cooperafe) falou da importância de gerar melhoria na qualidade da produção com o propósito de manter a floresta conservada. “O que a gente pretende é melhorar a cadeia produtiva da borracha, elevando a qualidade vida dos seringueiros para que a gente possa diminuir o desmatamento”, explica.

O coordenador de projetos da SOS Amazônia, Adair Duarte, alertou sobre a necessidade de investimentos na cadeia da borracha para garantir uma produção com qualidade e preço justo.

“Fortalecer os produtos florestais não madeireiros, como a borracha, promove a conservação da floresta, ampliando a geração de trabalho e renda das famílias. Com certeza, melhora a qualidade e o volume de produção, garantindo um mercado com preço justo”, avalia.

 

A FSA é uma manta colorida, podendo ser usada na fabricação de vários produtos artesanais e de design, como sapatos, acessórios de moda e joias

 

[av_hr class=’default’ height=’50’ shadow=’no-shadow’ position=’center’ custom_border=’av-border-thin’ custom_width=’50px’ custom_border_color=” custom_margin_top=’30px’ custom_margin_bottom=’30px’ icon_select=’yes’ custom_icon_color=” icon=’ue808′ font=’entypo-fontello’]

Flávia Amadeu

Parceira de longo tempo da SOS Amazônia, Flávia Amadeu é designer reconhecida internacionalmente por seu trabalho com a borracha nativa que desenvolve há quinze anos. Proprietária das marcas FLAVIA AMADEU Design Sustentável e AMADEU – Amazonian Materials & Design United, desenvolve diversos projetos de impacto socioambiental e representa as borrachas nativas mundo a fora. Acesse e conheça mais.

Próximos posts

Ícone de folha de árvore Seja Voluntário SOS Amazônia

Tem sede de ajudar a mudar o mundo a sua volta?
Seja um voluntário SOS Amazônia, inscreva-se e em breve entraremos em contato

Ícone de folha de árvore Associe-se a SOS Amazônia

O seu apoio é fundamental para continuarmos a trabalhar pelo futuro da nossa floresta, rios, animais e da humanidade.
Afilie-se agora!

Ícone de folha de árvore Faça parte da equipe SOS Amazônia

Tem interesse em trabalhar na SOS Amazônia?
Nos envie seu currículo e faça parte da nossa base exclusiva de currículos


Ícone de folha de árvore Seja Parceiro SOS Amazônia

Tem sede de ajudar a mudar o mundo a sua volta?
Seja um voluntário SOS Amazônia, inscreva-se e em breve entraremos em contato