ALERTA | Desmatamento na floresta Amazônica do Maranhão é de 75%

Um artigo publicado na revista científica Land Use Policy, por pesquisadores que trabalham na Amazônia Maranhense, afirma que toda área está ameaçada a sumir do mapa junto as histórias de seus povos tradicionais.

Setenta e cinco por cento da floresta amazônica no Maranhão já foi desmatada, carregando com isso danos ambientais, sociais e econômicos para o estado. Além disso, a região registra níveis altíssimos de queimadas, com rigorosa escassez de água e luta contra os piores indicadores sociais e econômicos do país.

O desmatamento nesta região está associado também a violações severas dos direitos humanos, como casos de pessoas em regime de trabalho análogo à escravidão, conflitos pela terra e assassinatos de camponeses e indígenas.

“O Maranhão precisa urgentemente estabelecer uma política de “Desmatamento Zero” e de proteção das florestas secundárias,” diz a Dra. Danielle Celentano, professora da Universidade Estadual do Maranhão – UEMA.

O artigo que busca trazer olhares para essa parte da Amazônia brasileira que está ameaçada, também apresenta recomendações especificas para o Governo do Estado do Maranhão, com mecanismos para conservar e restaurar a floresta amazônica e garantir benefícios diretos e indiretos para a economia e bem-estar de toda a população.

“A região amazônica do Maranhão protege uma diversidade biológica riquíssima, que inclui muitas espécies endêmicas ameaçadas de extinção” afirma Marlúcia Martins, pesquisadora do Museu Paraense Emilio Goeldi.

Artigo na íntegra.

Por Deylon Félix

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *