Quelônios do Juruá: eu protejo

Ícone de relógio nov 11, 2016

 

#eurespeitoafloresta

A equipe técnica da SOS Amazônia e monitores voluntários fizeram durante todo o mês de outubro, o manejo de quelônios do Juruá em cinco comunidades dos municípios de Marechal Thaumaturgo e Porto Walter. Ao todo, foram levados ao berçário 1164 espécimes, sendo 1021 de tracajás, 111 de Iaçás e 32 tartarugas, onde ficarão por dois meses até a soltura.

A atividade faz parte do projeto Quelônios do Juruá: eu protejo, uma iniciativa coordenada pela SOS Amazônia, que busca, desde 2003, garantir a conservação das espécies de tracajás, iaçás e tartarugas na região do Juruá, no estado do Acre.

“O trabalho que fazemos com as comunidades é de grande importância para a manutenção das espécies de quelônios, principalmente, com relação ao futuro delas. Bom seria se mais pessoas fossem monitores, assim, teríamos ainda mais sucesso”, declara Davi Alemão, Técnico da SOS Amazônia.


Até o ano de 2010, o projeto teve apoio financeiro de várias organizações, como a TNC/Fundação Moore; Ministério da Justiça; FUNBIO/Fundação Ford; OTCA/GIZ), no entanto, de lá para cá, conta somente com a assessoria técnica da SOS Amazônia e com a ação voluntária dos ribeirinhos que se identificam com a causa, cerca de 40 famílias. Saiba mais.

Quer ajudar o projeto Quelônios do Juruá: eu protejo? Doe agora.

Próximos posts

Ícone de folha de árvore Seja Voluntário SOS Amazônia

Tem sede de ajudar a mudar o mundo a sua volta?
Seja um voluntário SOS Amazônia, inscreva-se e em breve entraremos em contato

Ícone de folha de árvore Associe-se a SOS Amazônia

O seu apoio é fundamental para continuarmos a trabalhar pelo futuro da nossa floresta, rios, animais e da humanidade.
Afilie-se agora!

Ícone de folha de árvore Faça parte da equipe SOS Amazônia

Tem interesse em trabalhar na SOS Amazônia?
Nos envie seu currículo e faça parte da nossa base exclusiva de currículos


Ícone de folha de árvore Seja Parceiro SOS Amazônia

Tem sede de ajudar a mudar o mundo a sua volta?
Seja um voluntário SOS Amazônia, inscreva-se e em breve entraremos em contato