SOS Amazônia fortalece o cooperativismo em comunidades do Acre e do Amazonas

Ícone de relógio jan 27, 2016

Cooperados da Copronat, no município de Silves-AM

 

A SOS Amazônia, por meio do projeto Valores da Amazônia e em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado do Acre e Amazonas (Sescoop/OCB-AC e Sescoop/OCB-AM), realizou entre os dias 15 e 22 de janeiro, oficinas sobre cooperativismo em comunidades localizadas nos municípios de Feijó e Tarauacá (Acre) e na cidade de Silves, no Amazonas.

O objetivo principal das oficinas é capacitar as cooperativas selecionadas no tocante a sua organização administrativa, econômica e produtiva. Ou seja, buscar a eficiência na gestão para alcançar o desenvolvimento sustentável nas comunidades.

Além disso, procura implementar não só investimentos em infraestrutura e equipamentos, mas também, encaminhamentos para a criação de um Plano de Negócios com o objetivo de mapear toda a cadeia produtiva e dimensionar a produção dessas cooperativas.

“A capacitação é um momento importante  e decisivo para a cooperativa, pois com a metodologia utilizada podemos despertá-los para o que se propõe uma cooperativa que pretende seguir pelo caminho correto, além de nos permitir detectar as dificuldades enfrentadas pelos associados”, destacou o coordenador do projeto Valores da Amazônia, Álisson Maranho.

Cooperativas participantes:

Cooperativa de Produção e Comercialização de Produtos Agroextrativistas de Feijó – Cooperafe; Cooperativa Agroextrativista de Tarauacá – Caet; Cooperativa de Produtos Naturais da Amazônia – Copronat (Silves-AM).

Segundo seu Antônio Mourão, da Caet, cooperativa bem alinhada colhe bons frutos. “Eu, como primeiro presidente da Caet, vejo a importância desse projeto para os associados como única, porque podemos errar menos. Cada um sabendo seus direitos e deveres é bom demais [sic], uma cooperativa com sócios bem informados se torna uma cooperativa forte”.

Mesmo com pouco mais de 1.500 km separando Tarauacá (AC) e Silves (AM), Caet e Copronat, os discursos seguem praticamente a mesma linha. Isto é, conseguir aliar a teoria, ensinada nas oficinas, com a prática no dia-dia dos cooperados é de fundamental importância para o desenvolvimento da produção.

“Espero com todas as forças que nossos cooperados entendam o cooperativismo, pratiquem o cooperativismo. Cabe a nós associados colocar em prática tudo que estamos aprendendo nessas oficinas, e com isso, nos tornar mais organizados”, disse Regina Batista, presidente da Copronat.

O projeto Valores da Amazônia é financiado pelo Fundo Amazônia/BNDES e tem a finalidade de estruturar, fortalecer e integrar as cadeias de valor de produtos florestais não madeireiros, como borracha, cacau e óleos vegetais nos Estados do Acre e Amazonas. Saiba mais

 

 

 

 

 

 

 

 

Próximos posts

Ícone de folha de árvore Seja Voluntário SOS Amazônia

Tem sede de ajudar a mudar o mundo a sua volta?
Seja um voluntário SOS Amazônia, inscreva-se e em breve entraremos em contato

Ícone de folha de árvore Associe-se a SOS Amazônia

O seu apoio é fundamental para continuarmos a trabalhar pelo futuro da nossa floresta, rios, animais e da humanidade.
Afilie-se agora!

Ícone de folha de árvore Faça parte da equipe SOS Amazônia

Tem interesse em trabalhar na SOS Amazônia?
Nos envie seu currículo e faça parte da nossa base exclusiva de currículos


Ícone de folha de árvore Seja Parceiro SOS Amazônia

Tem sede de ajudar a mudar o mundo a sua volta?
Seja um voluntário SOS Amazônia, inscreva-se e em breve entraremos em contato