Técnicos da SOS Amazônia participam de curso para promoção da Agricultura Familiar Sustentável

Ícone de relógio out 07, 2014

A SOS Amazônia, em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), realiza entre os dias 7 e 11 de outubro, no auditório da Embrapa/Cruzeiro do Sul, o curso ‘Formação dos Agentes de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) para a promoção da Agricultura Familiar Sustentável’, destinado a 27 técnicos da SOS Amazônia.

Ministrado pelo coordenador geral de Formação, Inovação e Sustentabilidade do MDA, Lucas Henriques, o curso tem por objetivo possibilitar nivelamento conceitual e prático sobre temas importantes da extensão rural e colaborar na qualificação dos Agentes de Ater que irão atuar na Chamada Pública de Agroecologia.

Com carga horária de 40 horas/aula, a formação dos agentes será desenvolvida em eixos temáticos, com processos pedagógicos favoráveis à construção coletiva do conhecimento e ao aprofundamento conceitual e metodológico sobre Histórico da Agricultura Familiar e sua contextualização regional, Agroecologia e Sustentabilidade, Pedagogia e Metodologias de ATER, Políticas Públicas da Agricultura Familiar, Inovações, Atividades da Chamada Pública, Noções do Sistema Informatizado de ATER, Gestão de Contrato e Avaliação.

Além disso, esses eixos vão abordar as relações de gênero, geração e etnia visando à promoção da igualdade, a segurança alimentar e nutricional, e a inclusão social e produtiva dos agricultores familiares, no processo de desenvolvimento sustentável.

Participam das atividades o secretário geral da SOS Amazônia, Miguel Scarcello, coordenador de Projetos da SOS Amazônia, Adair Duarte, e o engenheiro agrônomo do MDA, Gustavo Ferreira.

[box]

Projeto de ATER Agroecologia – Oferece assistência técnica e extensão rural para comunidades do Juruá, com foco na ‘Transição Agroecológica, Organização Social e Gestão da Propriedade’, por meio de atividades individuais e coletivas.

Com duração de 36 meses, a iniciativa tem a finalidade de trabalhar a produção agroecológica e orgânica nas Unidades de Produção Familiar (UPF) e destacar a necessidade de alternativas que visem a melhoria da produção rural, de olho no uso sustentável dos recursos naturais, ambientais, sociais e econômico.

Mais de 40 comunidades são beneficiadas com o projeto de ATER Agroecologia do MDA/SOS Amazônia, alcançando cerca de 800 famílias, nos municípios de Cruzeiro do Sul, Rodrigues Alves, Mâncio Lima, Porto Walter e Marechal Thaumaturgo. Dentre as comunidades contempladas estão as do rio Juruá Mirim (Prainha I, Bahia, Formigueiro e Vista Alegre); rio Juruá (Carlota, Mujú, Grajaú, Besouro, Praia da Amizade, Pucalpa II e Nova Cintra). [/box]

Próximos posts

Ícone de folha de árvore Seja Voluntário SOS Amazônia

Tem sede de ajudar a mudar o mundo a sua volta?
Seja um voluntário SOS Amazônia, inscreva-se e em breve entraremos em contato

Ícone de folha de árvore Associe-se a SOS Amazônia

O seu apoio é fundamental para continuarmos a trabalhar pelo futuro da nossa floresta, rios, animais e da humanidade.
Afilie-se agora!

Ícone de folha de árvore Faça parte da equipe SOS Amazônia

Tem interesse em trabalhar na SOS Amazônia?
Nos envie seu currículo e faça parte da nossa base exclusiva de currículos


Ícone de folha de árvore Seja Parceiro SOS Amazônia

Tem sede de ajudar a mudar o mundo a sua volta?
Seja um voluntário SOS Amazônia, inscreva-se e em breve entraremos em contato