Indígenas são assassinados na fronteira Acre-Ucayali

Ícone de relógio set 09, 2014

A SOS Amazônia lamenta profundamente a morte dos indígenas peruanos (ashaninkas) Edwin Chota Valera, Leoncio Quinticima Melendez, Jorge Rios Perez e Francisco Pinedo. [Eles foram assassinados, supostamente, por traficantes e madeireiros da região, quando estavam a caminho do Acre para participar de reunião com lideranças ashaninkas brasileiras, membros da Comunidade Nativa Alto Tamaya – Saweto, na fronteira do Peru com o Brasil. A reunião trataria das estratégias de continuidade de ações de vigilância e fiscalização da fronteira, com o objetivo de impedir a ação de madeireiras, que exploram ilegalmente a região, e de narcotraficantes – Página 20].

É cruel o que madeireiros ilegais vêm praticando na Amazônia. Os governos brasileiro e peruano precisam tomar medidas urgentes contra esses desmandos. É de extrema urgência combater esses crimes!

A SOS AMAZÔNIA se solidariza com o povo ashaninka, de Ucayalli e do Acre, e irá reivindicar do governo do Acre e do governo brasileiro, que requisitem dos governos do Peru, informações e esclarecimentos sobre o ocorrido, e que esse crime não fique impune.

“Conheci essas lideranças a partir de 2005, quando iniciamos projeto para proteção da biodiversidade e cultura dos povos indígenas da Serra do Divisor e Alto Juruá. A partir dos encontros que realizamos, em Pucallpa e Cruzeiro do Sul, em parceria com a CPI e apoio da The Nature Conservancy e governo do Acre, essas lideranças puderam expor a destruição da floresta e a ameaça que seu povo estava sofrendo, pelas explorações madeireiras, aberturas de estradas e narcotráfico. Esses assassinatos, infelizmente, podem ser um sinal do avanço da extração ilegal de madeiras e também da exploração de petróleo. Tal fato coloca em risco direto, também, as lideranças ashaninka do Alto Juruá, no Acre, como a proteção e conservação das florestas no território brasileiro”, alerta o secretário da SOS Amazônia, Miguel Scarcello.

(Foto: Blog da Amazônia)

 

[box] Leia nota de pesar da Comissão Pró-Indío

 

NOTA DE PESAR SOBRE O ASSASSINATO DE LIDERANÇAS ASHANINKA PERUANAS

OCORRIDA NA FRONTEIRA ACRE-UCAYALI

 Nesse momento de grande tristeza, a Comissão Pró-Índio do Acre (CPI-AC) e a Associação Ashaninka do Rio Amônia – APIWTXA, se solidarizam com os membros da Comunidade Nativa Alto Tamaya – Saweto do povo Ashaninka, pela perda de Edwin Chota Valera e outras lideranças ashaninka como Leoncio Quinticima Melendez, Jorge Rios Perez e Francisco Pinedo, assassinados na segunda-feira (01 de setembro) quando se deslocavam pela floresta em direção a aldeia Apiwtxa, localizada em território brasileiro. A comitiva participaria de uma reunião com as lideranças ashaninka brasileiras para discussão de estratégias de continuidade de ações de vigilância e fiscalização da fronteiriça, impedindo assim a ação de madeireiras, que exploram ilegalmente a região e, a ação de narcotraficantes. Essa terrível notícia foi divulgada por radiofonia, cinco dias depois do ocorrido, quando do retorno do restante dos integrantes a aldeia de partida – Saweto, dadas as dificuldades de comunicação.

A situação de insegurança das comunidades ashaninka e de outros povos indígenas dessa região de fronteira tem sido agravada após a mobilização de esforços conjuntos entre suas lideranças para deter as investidas desses grupos criminosos sobre os seus territórios, mobilizando esforços e parcerias com outras organizações indígenas e da sociedade civil em Ucayali e Acre. (ver: www.observatoriodafronteira.org.br)

Esperamos que o Estado peruano apure imediatamente este caso, com rigor, e não deixe se instalar a impunidade, como observado em casos anteriores, de crimes contra os direitos indígenas. Reafirmamos também a necessidade, diversas vezes já expressa, que os governos do Acre e federal respondam as demandas de fiscalização da fronteira, com ações mais contínuas, apoiando as comunidades indígenas que nela habitam e que continuam como atores solitários da defesa do território brasileiro.

 

Rio Branco, Acre 07 de setembro de 2014.

[/box]

 

Próximos posts

Ícone de folha de árvore Seja Voluntário SOS Amazônia

Tem sede de ajudar a mudar o mundo a sua volta?
Seja um voluntário SOS Amazônia, inscreva-se e em breve entraremos em contato

Ícone de folha de árvore Associe-se a SOS Amazônia

O seu apoio é fundamental para continuarmos a trabalhar pelo futuro da nossa floresta, rios, animais e da humanidade.
Afilie-se agora!

Ícone de folha de árvore Faça parte da equipe SOS Amazônia

Tem interesse em trabalhar na SOS Amazônia?
Nos envie seu currículo e faça parte da nossa base exclusiva de currículos


Ícone de folha de árvore Seja Parceiro SOS Amazônia

Tem sede de ajudar a mudar o mundo a sua volta?
Seja um voluntário SOS Amazônia, inscreva-se e em breve entraremos em contato