Audiência Pública – Violações de Direitos nas Usinas do Madeira

Ícone de relógio mar 14, 2012

Violações de Direitos Humanos Trabalhistas nas Usinas do Madeira

DATA: 30/03/2012
Horário: 09h
AUDITÓRIO DA IGREJA CATEDRAL EM PORTO VELHO
[br top=”0″]
Diante das constantes violações de direitos humanos trabalhistas dos operários que estão construindo as Usinas do Madeira, é necessária a realização de uma Audiência Pública para denunciar a situação e ponderar por melhorias nas condições de trabalho e de vivência nos canteiros de obras.
A população tem o direito de saber como está sendo realizada uma das maiores obras com dinheiro público do país, e em que condições seus operários trabalham.
Em parceria com o Ministério Público do Trabalho e outros órgãos fiscalizadores, a Comissão Pastoral da Terra de Rondônia, Serviço Pastoral do Migrante e Co missão Justiça e Paz da Arquidiocese estão realizando uma Audiência Pública para expor e discutir a situação trabalhista dos operários das Usinas.

Realização:
CPT/RO
CJP
SPM – Serviço Pastoral do Migrante
Ministério Público do Trabalho
Ministério Público Federal
Ministério Público Estadual


Patrícia Bonilha
Assessoria de Comunicação
Rede Brasil sobre Instituições Financeiras Multilaterais
SCS Qd 01, Bloco L, Edifício Márcia, sala 904
Brasília – DF, CEP 70307-900
55 61 3321-6108
skype: pbonilha

Próximos posts

Ícone de folha de árvore Seja Voluntário SOS Amazônia

Tem sede de ajudar a mudar o mundo a sua volta?
Seja um voluntário SOS Amazônia, inscreva-se e em breve entraremos em contato

Ícone de folha de árvore Associe-se a SOS Amazônia

O seu apoio é fundamental para continuarmos a trabalhar pelo futuro da nossa floresta, rios, animais e da humanidade.
Afilie-se agora!

Ícone de folha de árvore Faça parte da equipe SOS Amazônia

Tem interesse em trabalhar na SOS Amazônia?
Nos envie seu currículo e faça parte da nossa base exclusiva de currículos


Ícone de folha de árvore Seja Parceiro SOS Amazônia

Tem sede de ajudar a mudar o mundo a sua volta?
Seja um voluntário SOS Amazônia, inscreva-se e em breve entraremos em contato