Mudanças Climáticas

Relatório do Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas

Documento deixa claro que o Brasil não cumpriu o prazo estaelecido por lei para regulamentação da Política Nacional de Mudanças Climáticas, visto que não concluiu até 15/12/2011 os planos setoriais de mitigação e adaptação às mudanças climáticas da indústria, de mineração, de transporte, de saúde, e da pesca e aquicultura.
Destaque negativa, na minha opinião, para o plano setorial da indústria, que como poderão ver nas páginas 3 e 4 do relatório em anexo, defende uma posição muito conservadora e protencionista, com poucas ações práticas que conduzam a indústria nacional para uma economia de vaixo carbonno. Isso fica evidenciado no relatório, como por exemplo no seguinte trcho:
O representante do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Alexandre Comin, responsável pela elaboração do Plano Setorial da Indústria, avaliou que este não é o momento para definição de metas de redução de GEE para o setor. O MDIC entende que a matriz energética brasileira, fortemente apoiada em fontes renováveis, dão aos produtos nacionais, em muitos setores, vantagens em termos de emissão de GEE por unidade de produção. O MDIC destacou também que nossos produtos estão sujeitos a forte concorrência internacional e as regras da OMC, e por isso não pode haver políticas restritivas à indústria nacional.